Blog

Serviço de cerveja: por que é importante servir uma cerveja corretamente?

Cervejas tão geladas que nem sabor mais têm, atendimento incompleto e desleixado, quantidades absurdas de espuma, copos inadequados e sujos... Se você já passou por alguma dessas situações sabe bem como um serviço de bebidas incorreto pode estragar uma cerveja - e a experiência de apreciá-la.

Mas como realizar o serviço de cerveja corretamente? Para servir a bebida de maneira adequada é preciso entender primeiro o que é o serviço de cerveja e quais os fatores que influenciam a experiência do consumidor.

O que é o serviço de cerveja?

Para Carolina Oda, professora do Science of Beer, “o serviço compreende toda a experiência de consumo da cerveja, e não apenas o ato de colocar a bebida dentro do copo”.

Entre os principais fatores que precisam ser levados em consideração ao servir uma cerveja estão:

  • Escolha das cervejas: O serviço de cervejas inclui toda a ambientação na qual a cerveja é trabalhada, por isso, escolher quais cervejas estarão disponíveis é um dos primeiros passos. Afinal, é a partir da elaboração de uma carta de cervejas do estabelecimento que se define quais cervejas serão servidas.

  • Temperatura: Ainda que bastante popular no Brasil, a ideia da cerveja geladíssima só funciona se você estiver servido um cerveja de baixa qualidade da qual não quer sentir o gosto. Isso porque abaixo de 0°C a bebida faz com que suas papilas gustativas se fechem e tenham a sensibilidade aos sabores reduzida.Também é importante lembrar que cada estilo de cerveja possui características sensoriais distintas, e portanto, diferentes temperaturas ideais de serviço. Cervejas mais refrescantes como as lagers costumam ser servidas entre 0 e 4°C. Já as de trigo e frutadas, de 5 a 7°C. Cervejas escuras como Porter e Vienna precisam estar entre 8 a 12°C, e as mais alcoólicas e complexas como as Stout e Trapistas necessitam de temperatura de adega (13 a 15°C).

  • Tipo de copo: Copos adequados ao estilo da cerveja são fundamentais para manter e evidenciar as características sensoriais da bebida. Isso porque o formato e o tamanho do recipiente interferem na formação de espumas, na liberação de aromas, entre outros fatores. A boca mais estreita do Snifter, conhecido como "taça de conhaque", por exemplo, permite capturar melhor o aroma de cervejas de estilos como Barley Wine e Stout. Além disso, algumas cervejarias lançam copos próprios para determinados rótulos e usá-los é uma forma de não errar. Outra dica é apostar em copos versáteis como pokal e caldereta que servem para diferentes estilos


  • Forma de servir: O ato de colocar a cerveja no copo em si também merece atenção. É preciso encher o copo com cuidado para que a cerveja tenha a formação de espuma adequada. Além disso, assim como acontece com a temperatura e o tipo de copo, o estilo da cerveja faz diferença e precisa ser levado em consideração na hora de servir para que a bebida tenha a apresentação adequada.

  • Higiene: Usar copos devidamente limpos é um fator básico e óbvio, mas as famosas bolhas grudadas na superfície interna do copo não nos deixam mentir: a limpeza adequada de copos e taças ainda é um fator muitas vezes negligenciado na hora de servir a bebida. Além da formação de bolhas, resíduos como os de gordura, pó e sabão também interferem na formação e retenção de espuma - sem contar no sabor e em toda a experiência do cliente ao consumir a bebida.

  • Atendimento: De nada adianta um estabelecimento servir uma boa cerveja na temperatura ideal e no copo adequado se a sua equipe não estiver preparada para atender o cliente da melhor forma possível. Da mesma forma, quem servir a bebida precisa conhecer as cervejas e estar preparado para responder dúvidas dos consumidores e facilitar a experiência de degustação. Isso vai além de proporcionar uma experiência positiva: você supera as expectativas do cliente, ensina algo novo e ainda ganha um cliente para sempre.

O papel do sommelier de cervejas

A adequação de todos os fatores relacionados ao serviço de bebidas pode ser facilitada - e muito - pela presença de um sommelier de cervejas. Isso porque esse profissional é responsável pela elaboração da carta de cervejas, pelo treinamento da equipe e pela criação de harmonizações. Além disso, por conhecer as características das cervejas, o sommelier também oferece ao cliente sugestões de cervejas e proporciona uma experiência sensorial completa de degustação de cervejas especiais.

Serviço de cervejas também deve ser uma preocupação das cervejarias

O serviço de cervejas, no entanto, não é um assunto que interessa apenas ao consumidor e aos bares e estabelecimentos que comercializam a bebida. A professora Carolina Oda destaca que cervejarias, distribuidores e importadores também precisam estar atentas ao serviço de cervejas e em contato com sommeliers. “Quem está no ponto de vendas é o relações públicas, o representante da sua marca. Ao cuidar do serviço, também cuidamos da imagem que o consumidor final tem da nossa própria marca de cerveja”, explica.


Quer saber mais sobre serviço de bebidas? Conheça o curso Sommelier de cervejas do Science of Beer.

Você também pode conferir mais informações sobre o trabalho de um sommelier no nosso Guia de profissões do mercado cervejeiro.